Curso online ensina como garantir qualidade e segurança em cirurgias e procedimentos invasivos



Curso online ensina como garantir qualidade e segurança em cirurgias e procedimentos invasivos

Em todo o mundo, complicações cirúrgicas contribuem para uma grande proporção de lesões e mortes evitáveis. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é alta a taxa de problemas decorrentes de internações cirúrgicas: nos países industrializados, estima-se que ela chegue a 22% — a mortalidade fica entre 0,4% e 0,8% nesses locais, mas gira em torno de 5% a 10% nos países em desenvolvimento. A entidade aponta que quase metade desses eventos adversos é evitável.
Neste cenário, é preciso criar barreiras para evitar possíveis danos. O curso online Introdução aos Padrões do Manual de Cirurgia e Procedimentos Invasivos Seguros apresenta e discute os padrões referentes à estrutura, processos e resultados aplicáveis aos procedimentos cirúrgicos e invasivos que visam à segurança e a qualidade desses cuidados, embasado no modelo de certificação do Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA) e do Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC) que objetiva assegurar a eficiência nos procedimentos cirúrgicos dos hospitais brasileiros e dar mais assertividade ao processo cirúrgico, garantindo o cumprimento de técnicas seguras em todas as etapas que envolvam o escopo de uma cirurgia e melhorar o gerenciamento do risco.
O curso aborda ainda a importância da adesão e conformidade com padrões relacionados nas etapas que ocorrem imediatamente antes, durante e logo após às cirurgias e procedimentos invasivos. Voltado para profissionais com formação de nível superior nas áreas da saúde ou correlatas em administração e engenharia - nesses casos relacionados com gestão ou prática em serviços de saúde -, o curso é ministrado pelo médico José de Lima Valverde Filho, membro do Comitê Internacional de Padrões da Joint Commission International (JCI) e coordenador de Acreditação do CBA, sendo ofertado em formato de vídeo-aulas, para contratação na forma individual ou em grupo. Apesar do modelo de EAS, dúvidas podem ser tiradas na plataforma virtual do CBA e serão respondidas em até 48h. Já quem escolher o modo de contratação em grupo, pode optar pela ‘presença’ de um educador do CBA para acompanhar e tirar dúvidas dos profissionais, em dia e hora marcados.

Comentários